Três Corações: Câmara debate segurança pública

Major Tostes no debate sobre Segurança Pública na Câmara Municipal

Durante a Sessão Ordinária na última segunda-feira (11), a Câmara Municipal abriu espaço para um debate sobre Segurança pública em Três Corações. O presidente Altair Nogueira colocou a palavra franca e convidou o Comandante da Policia Militar da 16ª Cia. Independente de PM, Major Leander Tostes, para da tribuna, fazer algumas explanações sobre os trabalhos desenvolvidos pela corporação.

Também estiveram presentes como convidados: o presidente da 35ª Subseção da OAB/MG, Dr. Otávio Arantes; O vice-prefeito Dr. Sergio Auad; O presidente do Sindicato dos motoristas Dr. Rinaldo Xavier; O Gerente de Relacionamento da CEMIG Marcelo Naves; o representante da ESA, Major Marcelo Luiz; o representante da Polícia Civil Delegado de Patrimônio, Tóxico e Entorpecente, Dr. Cristiano Silva de Almeida; representando a Imprensa Adriano Pupilo, do Jornal do Sul de Minas; o Gerente do SINE Roberto Gadbem; a vice-presidente da UTAM Sra. Lucivânia José; representando o Corpo de Bombeiros, o SD. Genovez; o presidente do CRO Dr. Oadi Curi e ainda do Pastor Edvaldo Ribeiro da Igreja Assembléia de Deus. O major Tostes apresentou aos vereadores as estratégias e táticas que estão sendo utilizadas pela policia Militar no combate a violência e foi sabatinado pelos convidados e edis. Pela câmara foram salientadas algumas medidas de iniciativa dos vereadores como a implantação da Lei que proíbe o uso de capacetes em bancos, lotéricas, postos de gasolina e repartições públicas. Esta lei, de autoria do vereador Roberto ‘Pulga’ Vilela, já foi aprovada, por unanimidade pelos vereadores tricordianos. Outro tema de relevante é a reativação do CONSEP (Conselho Municipal de Segurança Pública); a definição de um local na área central para servir como ‘base’ para os policiais militares inclusive realizarem a troca de turno e também a instalação em câmeras de vigilância nas ruas centrais da cidade (Programa Olho Vivo). A implantação do CAPS AD (Centro de Apoio Psicológico Social aos dependentes de Álcool e Drogas) e policiamento na porta das escolas. Estas foram algumas idéias apresentadas e debatidas pelos participantes da reunião e que poderão ser implantadas em breve pelo município. A 3ª reunião sobre Segurança Pública será nas dependências da OAB Três Corações no próximo dia 25 de abril, às 15 horas. (Ascom/CMTC)

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Câmara de Três Corações, Política, Segurança

3 Respostas para “Três Corações: Câmara debate segurança pública

  1. rubens barro

    A Polícia Ferroviária Federal foi criada 1852, durante o Império de D. Pedro II, e regulamentada pelo Decreto 1930, de 26 de abril de 1857, sendo assim, a primeira polícia especializada do país.
    Naquela época, as ferrovias eram o principal meio de transporte de cargas do país, tendo imensa importância para a economia nacional. Com o passar dos anos, a maioria das ferrovias brasileiras foi extinta ou privatizada.
    A Constituição Federal de 1988 igualou a Polícia Ferroviária Federal aos demais órgãos da Segurança Pública em seu art. 144, § 3º: “A polícia ferroviária federal, órgão permanente, organizado e mantido pela União e estruturado em carreira, destina-se, na forma da lei, ao patrulhamento ostensivo das ferrovias federais”.
    Como podemos observar a Polícia Ferroviária Federal exercia funções de polícia administrativa, como a fiscalização das ferrovias federais, através do patrulhamento ostensivo, o qual tem a finalidade de realizar o policiamento e a fiscalização das ferrovias federais.
    O Historiador Adinalzir Pereira Lamego (2007, p. 01)[1] relata a atual situação da PFF:
    Hoje, 155 anos depois, ela ostenta outro título, com bem menos glamour: o de menor polícia do mundo. A privatização das ferrovias brasileiras, em 1996, atirou definitivamente a Polícia Ferroviária Federal (PFF) no esquecimento: poucos sabem que ela existe, apesar da previsão constitucional. O efetivo de 3,2 mil homens antes das concessões se reduziu a 780, para fiscalizar 26 mil quilômetros de trilhos, destinados ao transporte de carga. (…)O último concurso para a corporação vai completar 18 anos e todo os seus agentes têm mais de 40 anos. (…) Seus comandados, depois das concessões das ferrovias, foram distribuídos para os ministérios dos Transporte e das Cidades. Hoje, parte deles fiscaliza o transporte de carga e outra, os trens de passageiros urbanos.
    O Departamento de Polícia Ferroviária Federal, assim como o Departamento de Polícia Rodoviária Federal, fazia parte do Ministério da Justiça. Porém, nos últimos anos, sofreu um processo de esvaziamento institucional, e acabou deixando de fazer parte do MJ, sendo seus servidores remanejados aos Ministérios das Cidades e dos Transportes.
    A PFF já foi chamada de Polícia dos Caminhos de Ferro, depois se transformou em Polícia das Estradas de Ferro, atualmente, é apelidada de menor polícia do mundo (LAMEGO, 2007).
    Então, a instituição de polícia especializada mais antiga do país está deixando de existir, tendo em vista que seus funcionários acabaram aposentando-se e o quadro funcional não foi reposto, sendo o último concurso público para a instituição realizado em 1989. (esta intituiçao centenaria e seus agentes aguardam uma posiçao até hoje ,do órgaõ competente pra iniciar seus trabalhos . abraço a todos

  2. rodrigo

    ola boa tarde meu nome é rodrigo lopes eu gostaria de saber se é verdade que a prefeitura de tres corações vai abrir um edital para colocar a guarda municipal no municipio.muito obrigado

  3. ivan

    Ola’ meu nome e’ IVAN, moro no rio de janeiro, gostaria de que alguma autoridade apreciacem este relato,de denuncia poiicial na qual meu FILHO em 2009, depois de ter se formado pela EsSa, sofreu um esteleonato,por um inividuo ai de tres coraçoes, porem foram feito um boletim de ocorrencia, que ate agora nao obtive nenhum retorno por parte das autoridades,peço a atençao de alguma autoridade, para me orientar a que medida tomar, para saber desse aso, aguardo retorno atraves do meu Email ou pelo Tel.(21)3337-6233ou (21) 8066-6023, por favor, peço sua ajuda, desde ja abço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s