Médicos suspendem atendimentos a planos de saúde em Minas Gerais

Médicos de Minas Gerais irão aderir à paralisação nacional na Saúde Suplementar. Em todo o País, são 160 mil médicos credenciados nas operadoras de planos e seguros de saúde, que irão se mobilizar para suspender o atendimento eletivo no dia 7 de abril. Há a garantia de que os cerca de 45 milhões de usuários do sistema suplementar não serão prejudicados. Ao contrário, um dos objetivos da interrupção, que não afetará os serviços de urgência e emergência, é justamente a melhoria na prestação de serviços aos pacientes, que hoje chegam a esperar até três meses para marcação de uma consulta em algumas especialidades e sofrem com a interferência das operadoras nos diagnósticos e tratamentos.

“Os médicos, em sua luta por remuneração e condições de trabalho, chegaram ao seu limite sem conseguir negociar com as operadoras de plano de saúde. A população é a maior prejudicada com o comportamento das operadoras e precisa apoiar a classe médica nessa paralisação. Com suas reivindicações atendidas, os médicos terão como exercer dignamente sua profissão”, afirma o presidente da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG), José Carlos Collares Filho.
Pesquisa realizada pelo Datafolha revela que 92% dos médicos credenciados reclamam que as operadoras interferem nos diagnósticos e nos tratamentos dos pacientes. Hoje, muitos planos de saúde recusam procedimentos que só os médicos podem decidir se são ou não necessários.
“A mobilização da categoria reflete nossa luta em defesa da valorização do trabalho do médico, da prática segura da medicina e de um atendimento de qualidade à população. É urgente a necessidade de regularização dos contratos entre operadoras, médicos e a inclusão de cláusulas de periodicidade e critérios de reajuste bem definidos”, diz o presidente do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed-MG), Cristiano da Matta Machado.
As três entidades nacionais que organizam a paralisação – Associação Médica Brasileira, Conselho Federal de Medicina e Federação Nacional dos Médicos, juntamente com seus representantes em Minas Gerais: Associação Médica, Conselho Regional de Medicina e Sindicatos dos Médicos – estão divulgando documento para todos os cidadãos brasileiros que possuem planos de saúde, esclarecendo os motivos e alertando a sociedade sobre os riscos de prejuízos à saúde por conta do descaso das empresas do setor com os médicos e pacientes.
“Apoiamos a paralisação do dia 7 de abril por considerar justo o protesto contra a forma desrespeitosa com que os médicos e os pacientes estão sendo tratados pelas gestoras de planos de saúde. A diminuição dos gastos a qualquer custo, via de regra, beneficia as empresas em detrimento dos médicos e segurados. A relação médico-paciente está sendo massacrada. Os médicos nunca estiveram tão insatisfeitos e nem a saúde tão precária, por isso, é imperativo o conhecimento público da situação da medicina suplementar”, explica o presidente do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais (CRMMG), Manuel Maurício Gonçalves.

Diretrizes
Além da melhoria na qualidade do atendimento aos usuários, o movimento tem outras diretrizes, que são organizar a luta por reajustes de honorários, exigir a regularização dos contratos entre operadoras e médicos, já que muitos contratos são irregulares, sem cláusulas de periodicidade e critérios de reajustes,  contrariando determinação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS); e   promover ações no Congresso Nacional, visando à aprovação de projetos de lei que contemplem a relação entre médicos e planos de saúde.  (associação médica)

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Minas Gerais, Saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s