Praça do Jardim dos Sapos está abandonada há mais de dois anos

É lamentável a situação em que se encontra uma das praças mais tradicionais de Varginha, a Praça Dom Pedro II, mais conhecida como Praça do Jardim dos Sapos. Completamente abandonada, ela vem sendo alvo de vândalos e se deteriorando com o tempo e a falta de manutenção.

Os bancos estão destruídos, trazendo grande risco às pessoas que ainda tentam utilizá-los. A maioria deles pichados com corretivos. Os postes de luz seguem a mesma linha, todos quebrados e os que ainda funcionam estão entre as árvores que não recebem uma poda há muito tempo e atrapalham quem tenta fazer uma caminhada na praça. O abandono está visível.

Um morador, que não quis se identificar e mora ali há mais de 50 anos está revoltado com a situação atual. “Quem viu a Praça Dom Pedro II alguns anos atrás e teve o prazer de ver a seresta e muito outros eventos, se assusta com o estado em que ela se encontra hoje. Está completamente abandonada, eu não consigo fazer uma caminhada sem ter que desviar dos galhos de árvore e buracos, tem uma árvore que esta morta, quase caindo e ninguém toma nenhuma providência, será que alguém tem que morrer para Prefeitura resolver isso?”, desabafou o morador.
O morador falou também dos bancos e da falta de respeito da população. “Os bancos da praça estão um perigo, tem pedaços de ferro para todo lado, imagina se alguém se senta e cai em cima de uma ponta dessas, vai ser morte na certa e isso não é de hoje, esses bancos foram destruídos faz mais de um ano e nunca fizeram nada.”, finalizou

Educação
Dois senhores que estavam na praça e também preferiam não se identificar, falaram da falta de educação e segurança. “Quando tem festa na Praça da Fonte é certeza de destruição, os vândalos descem quebrando tudo e a polícia acompanha só até o final da Igreja Matriz, parece que da igreja pra baixo não importa pra eles. Os vândalos fazem xixi na parede das casas e, no dia seguinte, se não lavar fica um cheiro insuportável, as brigas são o pior de tudo, não existe segurança. O Carnaval está chegando, pode anotar o que estou falando, isso aqui vai virar um inferno, vai ter briga e mais destruição.”, disseram.

Denúncia
Enquanto o Jornal Sul de Minas fazia a reportagem, um rapaz que se identificou como Gabriel, foi até o repórter para fazer uma denúncia. Segundo ele, em outubro de 2010 foi realizado na praça um show e o caminhão da Prefeitura derrubou um poste de luz e quebrou o passeio na parte de baixo na praça. “Eu lembro certinho, o caminhão esbarrou e derrubou o poste e até hoje não colocaram outro, o passeio na parte de baixo arrumaram, mas o chão da praça ainda esta destruído, a Prefeitura trouxe as pedras, mas foi só isso, as pedras estão lá jogadas e não consertam nada.”, disse o rapaz.

O outro lado
De acordo com o secretário de Turismo e Comércio, Henrique Lemes, o evento ocorrido no mês de outubro não foi promovido pela Prefeitura. O projeto foi realizado através da Lei de Incentivo a Cultura, patrocinado pelo Conselho Municipal de Incentivo à Cultura – Comic e vinculado à Fundação Cultual.
O coordenador de Eventos da Fundação Cultural, Rosildo Beltrão, informou que a Fundação Cultural não tem nenhum vinculo com o evento e que se o poste realmente foi derrubado por um caminhão a denúncia deveria ser feita ao Comic.
Renato Alves, presidente do Comic, informou que não sabe do fato e disse que o responsável pelo conserto é o realizador do evento. “O Comic, como instituição, não recebeu nenhuma denúncia ou reclamação. Nesse caso, quando é danificada alguma coisa, o responsável pelo conserto é o realizador do evento.”, disse
Raimundo Andrade, que realizou o evento informou que não recebeu nenhuma reclamação quanto ao poste.

Secretaria de Obras
Flávio Prado, responsável pela Secretaria de Obras, disse que não houve nenhuma reclamação e que a única reclamação que recebeu foi quanto ao vandalismo na praça, mas ele explica que a praça é tombada e que tudo que for trocado tem que seguir os mesmos padrões. Segundo o secretário, a troca dos bancos já foi solicitada e terá uma resposta de 20 a 30 dias.

Câmara
A vereadora Racibe Faria encaminhou, no dia 10 de novembro de 2010, uma indicação para prefeitura sugerindo que fosse estudada a possibilidade de fazer a urbanização da Praça Dom Pedro II nos moldes da Praça Ponte do Sapo, na cidade de Santos/SP, que possui chafariz, jato d’água e decorada com sapos. A vereadora não recebeu resposta e informou que entrará com requerimento no dia 23 de fevereiro. Com o requerimento, a Prefeitura terá até 30 dias para se posicionar.

As 10 mais
Durante os próximos meses, o Jornal Sul de Minas irá visitar as 10 praças mais populares da cidade e fazer uma matéria sobre o estado de conservação. Quaisquer reclamações ou elogios sobre as praças, podem ser feitos pelo e-mail jsulminas@gmail.com (Henrique Avellar/JSM)

 

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Varginha

Uma resposta para “Praça do Jardim dos Sapos está abandonada há mais de dois anos

  1. Rachel

    Nossa me da tristeza em ver uma praça na qual passei minha infancia esta como esta!
    E o pior ela se encontra no centro da cidade,onde poderia se tornar um lugar bacana com encontros da terceira idade ,ou area de lazer para as crianças.Se torna algo desprezado pelas autoridades.
    existe uma escola em frente a praça e nem esta consegue explorar o espaço q te em frente ,com brincadeiras e momento de espera dos pais com conforto.
    Prefeitura isto faz parte da historia de varginha …….cuidado pra nao acabar como muitas outras praças…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s